Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Caixa. PSD vai pedir esclarecimentos a Costa e questionar BdP e CMVM

REGRAS. Os tetos salariais dos gestores da Caixa Geral de Depósitos e as obrigações para apresentar declarações são os dois grandes temas em cima da mesa

José Caria

De forma a conseguir mais informações sobre a demissão de António Domingues, o PSD vai apresentar esta segunda-feira no parlamento quatro requerimentos formais para esclarecimentos diretos do primeiro-ministro e questões aos reguladores Banco de Portugal e Comissão do Mercados de Valores Mobiliários

O PSD vai apresentar esta segunda-feira, no Parlamento quatro requerimentos formais para esclarecimentos diretos do primeiro-ministro e questões aos reguladores Banco de Portugal (BdP) e Comissão do Mercados de Valores Mobiliários (CMVM) sobre a Caixa Geral de Depósitos (CGD).

Segundo os documentos, a que a agência Lusa teve acesso, o grupo parlamentar social-democrata dirige-se a António Costa reportando-se às informações de Bruxelas de que o novo presidente do conselho de administração da CGD, António Domingues, reuniu com a Direção-Geral da Concorrência (DGCOMP) e também com o Banco Central Europeu (BCE) no âmbito do Mecanismo Único de Supervisão ('SSM') para tratar do processo de recapitalização do banco público enquanto era ainda vice-presidente, administrador e acionista do concorrente BPI.

A bancada do PSD pergunta ao Chefe do Governo sobre “todas as reuniões com a participação do Dr. António Domingues, com instituições nacionais e europeias, em que se abordaram assuntos da CGD, seriadas cronologicamente”, a identificação de todas pessoas e entidades envolvidas nas referidas reuniões” e “quais as entidades contratadas” por Domingues, “e em que condições, para o assessorarem no âmbito do processo de recapitalização e reestruturação da CGD”.

O PSD mantém os seus pedidos de explicações ao primeiro-ministro e aos reguladores depois de conhecida a demissão de António Domingues da presidência do conselho de administração da Caixa Geral de Depósitos, que foi anunciada domingo à noite pelo Ministério das Finanças, em comunicado.