Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

A “maior ironia da saída de António Domingues”

Na análise à renúncia do presidente da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues, Ricardo Costa defendeu que este conseguiu “fazer o mais difícil” e “falhou no mais fácil”. José Gomes Ferreira acrescentou que ao longo de todo o processo não existiu pressa em resolver o assunto e que houve “ingenuidade e hipocrisia” à mistura

Sic Notícias (vídeo)