Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Proposta do PCP para aumento de 10 euros em todas as pensões foi chumbada

Voto contra do PS e abstenções de PSD e CDS inviabilizam proposta dos comunistas na votação do Orçamento do Estado na especialidade. Aumento extraordinário de 10 euros avança apenas para pensões abaixo dos 628 euros. Proposta do PS para aumento de 6 euros nas pensões mínimas aprovado com votos favoráveis do PCP e do BE.

A proposta do PCP para aumentar todas as pensões em 10 euros foi chumbada esta tarde na Assembleia da República, durante a votação na especialidade do Orçamento do Estado para 2017. A proposta de alteração dos comunistas foi rejeitada com os votos contra do PS, a abstenção do PSD e do CDS e os votos favoráveis, mas insuficientes, do PCP e do BE.

A proposta dos comunistas visava estender a todas as pensões, incluindo as mais elevadas, o aumento extraordinário de 10 euros que o Governo decidiu adotar em 2017 apenas para as pensões inferiores a 628 euros que não tinham sido aumentadas nos últimos anos.

Minutos antes tinha sido aprovada a proposta de alteração do PS que estabelece que as pensões mínimas - que inicialmente estavam fora desse aumento extraordinário de 10 euros - terão também direito a um aumento extraordinário, mas no valor de 6 euros. Esta medida teve os votos favoráveis do PS, BE e PCP e os votos contra do PSD e do CDS.

As propostas do PSD e do CDS para o aumento de 10 euros para as pensões foram chumbadas com os votos contra do PS, do BE e do PCP.