Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo: “É bom que se descubra a verdade” sobre curso de comandos

INÁCIO ROSA/LUSA

Chefe de Estado considera que as detenções dos sete militares “são uma forma de fortalecimento da democracia, das Forças Armadas, do exército e dos comandos”

O Presidente da República disse esta sexta-feira que é bom para as Forças Armadas que se descubra a verdade sobre a morte de dois alunos do 127.º curso de comandos, defendendo o respeito escrupuloso do processo judicial em curso.

"Entendo que é bom para as Forças Armadas Portuguesas, para o seu papel histórico, para o seu prestígio, em nome do país e da democracia, é bom que se descubra a verdade, tal como é bom que não se confunda a descoberta da verdade com a relevância que tem o regimento de comandos", afirmou o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, quando questionado sobre a detenção de sete militares, no âmbito do inquérito às circunstâncias do treino que levaram à morte de dois alunos no 127.º curso de Comandos.

Sublinhando que "o processo judicial não só deve ser escrupulosamente respeitado, como deve ser apoiado na base da colaboração legal", o Presidente da República disse que as detenções que se realizaram na quinta-feira "são uma forma de fortalecimento da democracia, das Forças Armadas, do exército e dos comandos".

"Só as instituições muito fortes é que têm a capacidade para se abrirem em termos de transparência e de descoberta da verdade", vincou, em declarações aos jornalistas no final da inauguraçaõ do Bazar Diplomático, em Lisboa.