Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Câmara de Lisboa coloca cartazes anti-Trump

A autarquia colocou esta madrugada cartazes a propósito da Web Summit com referências à vitória de Donald Trump nas presidenciais norte-americanas

Martim Silva

Martim Silva

Diretor-Executivo

Menos de 24 horas depois da surpreendente vitória eleitoral de Donald Trump nos Estados Unidos da América, a Câmara Municipal de Lisboa decidiu colocar cartazes nas imediações da Meo Arena, onde decorre a Web Summit, com referências ao resultado das presidenciais.

A autarquia colocou esta madrugada 25 muppis e três triptícos de três metros cada nas imediações da Meo Arena, onde esta quinta-feira termina o encontro tecnológico Web Summit.

"Num mundo livre ainda pode encontrar uma cidade onde viver, investir e construir o seu futuro, construíndo pontes e não muros. Chamamos-lhe Lisboa". Esta a mensagem colocada nos cartazes, e que aparece em inglês.

Segundo fonte da autarquia, a ideia era associar o encerramento da cimeira tecnológica "às mudanças políticas que estamos a viver no planeta".

Além dos cartazes, a Câmara de Lisboa também já fez um vídeo com as mesmas referências políticas.

Recorde-se que uma das imagens e ideias mais fortes da longa campanha eleitoral norte-americana, que culminou com a vitória de Trump na madrugada da última quarta-feira, foi precisamente a proposta do empresário milionário de construir um muro na fronteira dos EUA com o México, como forma de travar a imigração ilegal para o país.