Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Ministros dos Negócios Estrangeiros da UE reúnem-se domingo

Frank-Walter Steinmeier, ministro dos Negócios Estrangeiros da Alemanha

KAY NIETFELD/EPA

O encontro foi anunciado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Frank-Walter Steinmeier, e decorrerá na véspera do Conselho de Ministros dos Negócios Estrangeiros da UE, na segunda-feira, 14 de novembro. Ponto único da agenda: a vitória de Donald Trump

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia (UE) vão reunir-se este domingo, 13 de novembro, para debater a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais norte-americanas.

"Esta manhã bem cedo, a alta representante Federica Mogherini convidou os ministros dos Negócios Estrangeiros da UE para vir a Bruxelas no domingo para um jantar informal para, no seguimento das eleições norte-americanas, trocar ideias sobre as relações futuras entre os EUA e a Europa", disse ao Expresso fonte oficial do Conselho Europeu.

O encontro terá lugar na véspera de um Conselho de Ministros dos Negócios Estrangeiros da UE que já estava previsto para segunda-feira em Bruxelas, e, de acordo com a imprensa alemã, deverá realizar-se igualmente na capital belga, avança a Lusa.

O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão terá sido o primeiro a manifestar-se sobre este convite. "[Frank-Walter] Steinmeier saúda a realização de uma reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros da UE”, indicou fonte do ministério alemão à agência noticiosa francesa AFP, citado pela Lusa.

Mas Federica Mogherini foi a primeira a manifestar-se após se saber o resultado das eleições, dizendo que assegura que a União Europeia e Estados Unidos vão continuar a trabalhar em conjunto, independentemente do novo “inquilino” da Casa Branca.

“Os laços entre UE e EUA são mais fortes que qualquer mudança política. Vamos continuar a trabalhar em conjunto, redescobrindo a força da Europa”, escreveu a Alta Representante da UE para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança.

Por seu turno, os presidentes do Conselho Europeu, Donald Tusk, e da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, apelaram hoje ao reforço das relações transatlânticas na mensagem de felicitações enviada ao novo presidente eleito dos EUA, que convidaram para visitar a Europa “o mais cedo que lhe for conveniente” e participar numa cimeira UE-EUA.

“Este encontro permitir-nos-ia traçar o curso das nossas relações para os próximos quatro anos”, escreveram.