Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Costa confiante na manutenção das “excelentes” relações seculares com os EUA

“O Governo português já felicitou o senhor Trump pela sua eleição, reafirmando as nossas tradicionais boas relações com os Estados Unidos que serão certamente mantidas, tendo em conta o interesse comum de partilharmos o mesmo espaço atlântico”, assim reagiu o primeiro-ministro à eleição de Trump

O Governo português já felicitou Donald Trump pela sua vitória nas eleições presidenciais norte-americanas e manifesta-se confiante de que Portugal manterá as suas "excelentes" relações seculares com os Estados Unidos.

António Costa assumiu esta posição sobre os resultados das eleições presidenciais nos EUA no final de uma sessão de apresentação do balanço sobre os primeiros seis meses de execução do Programa Nacional de Reformas (PNR). "O Governo português já felicitou o senhor Trump pela sua eleição, reafirmando as nossas tradicionais boas relações com os Estados Unidos que serão certamente mantidas, tendo em conta o interesse comum de partilharmos o mesmo espaço atlântico. Temos o desejo de manter as excelentes relações que temos tido ao longo da História com os Estados Unidos", reforçou o primeiro-ministro.

Questionado pelos jornalistas sobre se o triunfo de Donald Trump representou uma má notícia para o Governo português, Costa disse haver o "hábito" de Portugal "respeitar as decisões democráticas dos diferentes povos com quem tem relações diplomáticas". "Se tivesse de votar nos Estados Unidos, teria tido a necessidade de responder a essa questão, mas, assim posso concentrar-me na boa notícia de que o desemprego baixou em Portugal", alegou.

Questionado sobre a hipótese de haver um retrocesso nas relações entre Lisboa e Washington, o primeiro-ministro contrapôs que as relações entre os dois países "são seculares": "Temos uma comunidade portuguesa muito importante nos Estados Unidos, partilhamos o mesmo espaço atlântico e a mesma aliança defensiva no quadro da NATO. Em Portugal e nos Estados Unidos já existiram vários governos e houve sempre uma continuidade na nossa relação", sustentou o líder do executivo.

António Costa fez ainda questão de salientar que Portugal "não se relaciona com governos, mas sim com Estados e com povos". "O povo americano fez a escolha democrática que entendeu dever fazer, o Governo português felicitou já o senhor [Donald] Trump pela sua eleição, nós desejamos e tudo faremos para mantermos as excelentes relações que temos tido com os Estados Unidos", acrescentou.

De acordo com os resultados provisórios divulgados esta madrugada, Donald Trump, venceu as eleições presidenciais norte-americanas, em que teve como adversária Hillary Clinton.

O sucessor de Barack Obama vai tomar posse a 20 de janeiro de 2017, numa cerimónia pública junto ao edifício do Capitólio, em Washington.