Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Vasco Cordeiro indigitado presidente do Governo Regional dos Açores

MÁRIO CRUZ / LUSA

Líder do PS/Açores toma posse sexta-feria na sede da Assembleia Legislativa Regional, na cidade da Horta, Faial

O líder do PS/Açores, Vasco Cordeiro, foi esta quarta-feira indigitado presidente do Governo Regional pelo representante da República para a Região Autónoma dos Açores.

Vasco Cordeiro, que confirmou a indigitação aos jornalistas, foi recebido esta quarta-feira por Pedro Catarino, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, no âmbito das audições aos partidos com representação parlamentar, previstas no Estatuto Político-Administrativo da região.

Às 15h locais (mais uma hora em Lisboa), Vasco Cordeiro, que vai assim cumprir o segundo mandato à frente do Governo Regional, apresentará ao representante da República a composição do executivo que vai tomar posse na sexta-feira perante o parlamento açoriano.

"Fui, nesta audiência, encarregue de formar governo, na sequência daquelas que são as funções do senhor representante da República, e espero logo às 15h00 estar aqui a apresentar a lista dos membros do XII Governo Regional dos Açores", frisou, em declarações aos jornalistas, após a audição.

O líder regional destacou a "vitória inequívoca do PS", alegando que foi uma "manifestação expressiva de confiança dos açorianos" no projeto apresentado pela candidatura socialista.

O PS venceu as eleições legislativas regionais, com maioria absoluta, no dia 16 de outubro, tendo elegido 30 deputados. O PSD conquistou 20 mandatos, o CDS-PP quatro, o BE dois, e CDU e PPM um cada.

De acordo com o Estatuto Político-Administrativo da Região Autónoma dos Açores, cabe ao representante da República nomear o presidente do Governo Regional "tendo em conta os resultados das eleições", mas só depois de ouvir os partidos políticos representados no parlamento.

Pedro Catarino recebeu na segunda-feira dirigentes do PPM, da CDU, do BE e do CDS-PP e ouviu hoje os líderes do PSD e do PS, sendo que nenhuma força política se opôs à formação de governo pelo PS.

Depois de indigitar o presidente do Governo Regional, o representante da República deverá nomear por decreto, esta tarde, o presidente e o restante executivo açoriano, que será publicado em Diário da República.

Os 57 deputados regionais reúnem-se na quinta-feira, em sessão constitutiva, na sede Assembleia Legislativa da Região, na Horta, no Faial, e o Governo Regional toma posse no dia seguinte.