Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Conselho Superior da Magistratura abre inquérito a Carlos Alexandre

  • 333

Marcos Borga

Decisão do órgão de gestão e disciplina dos juízes decorre da queixa apresentada a 27 de setembro por José Sócrates contra o juiz [do Tribunal Central de Instrução Criminal], relativa ao conteúdo da entrevista dada por este à SIC e ao Expresso. Conselho confirma notícia avançada pelo Expresso há dois dias.

Rui Gustavo

Rui Gustavo

Editor de Sociedade

O Conselho Superior da Magistratura (CSM) abriu esta quinta-feira um inquérito ao juiz Carlos Alexandre, na sequência de uma queixa apresentada por José Sócrates a 27 de setembro, informou o CSM. Esta notícia já tinha sido avançada pelo Expresso há dois dias, quando se soube que o Tribunal da Relação de Lisboa tinha recusado o pedido de afastamento do juiz feita pela defesa de José Sócrates.

O CSM recebeu, a 27 de setembro, uma queixa do ex-primeiro-ministro José Sócrates contra o juiz Carlos Alexandre [do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC)], relativa ao conteúdo da entrevista dada por este à SIC, a 7 de setembro, mas decidiu que só a analisava depois do Tribunal da Relação de Lisboa se pronunciar sobre o incidente de recusa apresentado pelos advogados de defesa de José Sócrates.Posteriormente, a defsa fez nova queixa com base na entrevista que o juiz deu ao Expresso.

"Uma vez que o incidente de recusa foi decidido a 11 de outubro, foi determinada a abertura do correspondente procedimento de inquérito", lê-se numa divulgada hoje pelo CSM.

O órgão de gestão e disciplina dos juízes acrescenta que "é no âmbito deste procedimento de inquérito que o Conselho oportunamente apreciará todas as questões suscitadas pela referida entrevista".