Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo: “Alguém de Belém ouvirá as razões dos taxistas”

Jose Carlos Carvalho

Presidente da República estará na Suíça, em visita oficial, mas Marcelo já veio assegurar que Belém não deixará de escutar os representantes do sector do táxi

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, garantiu esta terça-feira que alguém de Belém ouvirá na próxima segunda-feira os taxistas, que agendaram para esse dia uma manifestação em frente ao Palácio de Belém.

"O que acontece, como aconteceu no passado, é que certamente alguém de Belém ouvirá (...) as razões dos taxistas. E aguardaremos serenamente o diploma que há de vir ou do Governo ou da Assembleia da República", vincou o chefe de Estado, que falava em Lisboa à margem de uma conferência sobre economia digital.

Na segunda-feira, dia em que os taxistas farão novo protesto na capital, mas também no Porto e em Faro, o Presidente da República estará na Suíça, em visita oficial, mas Belém não deixará de escutar os representantes do sector do táxi, garantiu Marcelo.

A marcha lenta dos taxistas, que terminou já esta madrugada, começou na segunda-feira no Parque das Nações, em Lisboa, e deveria seguir até à Assembleia da República, não avançou além da Rotunda do Relógio, onde ocorreram confrontos entre os manifestantes e a polícia.

Durante o dia, os representantes do setor reuniram-se com o Governo, mas sem que as suas pretensões fossem atendidas.

O protesto visa lutar contra a regulação, proposta pelo Governo, da atividade das plataformas de transportes de passageiros como a Uber ou a Cabify.