Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Guterres vence quinta votação para secretário-geral da ONU

  • 333

MANUEL ELIAS / UN PHOTO / LUSA

Candidato português à sucessão de Ban Ki-moon teve votos 12 votos “encoraja”, dois ”desencoraja” e um ”sem opinião”, precisamente o mesmo resultado da última votação anterior

O ex-primeiro-ministro português António Guterres ficou à frente na quinta votação secreta, ocorrida esta segunda-feira, entre os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas para eleger o próximo secretário-geral da organização, disseram fontes diplomáticas à Lusa.

Guterres teve votos 12 votos "encoraja", dois "desencoraja" e um "sem opinião", precisamente o mesmo resultado da última votação. Durante o voto, cada um dos 15 membros do conselho indicou se "encoraja", "desencoraja" ou "não tem opinião" sobre os 11 candidatos.

A próxima votação, que está agendada para a primeira semana de outubro, vai destacar pela primeira vez os votos dos membros permanentes do conselho, que têm poder de veto sobre os candidatos.

António Guterres foi o vencedor de todas as votações até agora realizadas neste processo eleitoral, sendo que as quatro primeiras aconteceram a 21 de julho, 5 de agosto, 29 de agosto e 9 de setembro.

Assim que um candidato reunir nove votos entre os 15 países membros e aprovação de todos os membros permanentes –China, França, Reino Unido, Rússia e Estados Unidos – o Conselho de Segurança recomendará o seu nome para aprovação pela Assembleia-Geral da ONU, que reúne representantes de 193 países.

A organização mundial espera ter encontrado o sucessor de Ban Ki-moon, que termina o seu segundo mandato no final do ano, durante o outono.