Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PSD diz que INE desmente “propaganda” do primeiro-ministro

  • 333

José Sena Goulão/Lusa

O vice-presidente da bancada do PSD, António Leitão Amaro, diz que dados divulgados esta sexta-feira não permitem cumprir as metas traçadas pelo Governo

O PSD considerou esta sexta-feira que os números divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) desmentem a "propaganda" do primeiro-ministro e insistiu que o caminho que está a ser seguido não permitirá ao Governo cumprir as metas traçadas.

"O caminho que o Governo leva, conforme dizem todas as instituições internacionais, e hoje é confirmado, não permitirá cumprir as metas traçadas pelo Governo", afirmou o vice-presidente da bancada do PSD, António Leitão Amaro, em declarações aos jornalistas no parlamento, a propósito dos números divulgados pelo INE que mostram uma descida do défice para 2,8% do PIB.

O deputado considerou ainda que "a propaganda que o primeiro-ministro veio ontem trazer à Assembleia não durou 24 horas, ficou claro hoje que o crescimento abranda, as exportações estão a cair e o investimento a cair" e que "foi o INE que desmentiu" António Costa.

Leitão Amaro destacou ainda a queda verificada no investimento público, com o INE a apontar para uma redução de 26%. "É especialmente preocupante", notou.

Além disso, acrescentou, existem outros sinais que são "especialmente preocupantes", já que o Governo optou por "carregar as pressões negativas", ou seja, aquilo que agrava mais o défice, para o segundo semestre, nomeadamente a redução do IVA da restauração, a redução remuneratória dos funcionários públicos e o próprio efeito do abrandamento da economia.