Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Basílio Horta “perplexo” com o novo imposto sobre o imobiliário

  • 333

José Caria

O presidente da câmara de Sintra sublinha que a radicalização do PS levará à miséria

O Presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta, diz estar “perplexo” com o novo imposto sobre o património imobiliário, anunciado pelo PS e pelo Bloco de Esquerda.

“Fiquei perplexo quando ouvi a senhora deputada do Bloco de Esquerda dizer que queria taxar os imóveis acima dos 500 mil euros e depois o Partido comunista falar num milhão e o PS falar num milhão, sabendo que o IMI é uma receita das câmaras e, consequentemente, seria normal que as câmaras fossem ouvidas”, disse o presidente eleito como independente numa lista do PS, citado pela Renascença.

Considerando que “afirmações destas, normalmente devem ser feitas pelo ministro das Finanças, porque isso dá estabilidade fiscal”, Basílio Horta avisou ainda que a radicalização do PS levará à miséria.

O autarca sublinha que em Sintra o novo imposto não será aplicado: “Nós em Sintra temos três princípios e não nos desviamos deles: Disciplinar a despesa, aumentar o investimento e diminuir os impostos. Nós aqui não queremos que nos perturbem”, disse.