Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Conselho Superior da Magistratura vai analisar entrevista a Carlos Alexandre

  • 333

Até agora nenhuma queixa foi apresentada a propósito da entrevista que o juiz responsável pelo processo da Operação Marquês deu à SIC

O Conselho Superior da Magistratura (CSM) vai analisar o “teor da entrevista (ao juiz Carlos Alexandre) no seu órgão próprio, o plenário dos seus membros, reservando quaisquer declarações para momento ulterior a essa apreciação”, segundo o Expresso apurou junto do Gabinete de Apoio ao Presidente e aos Membros do CSM.

A próxima sessão plenária do CSM está agendada para o dia 27 de Outubro.

Num artigo de opinião publicado sábado no “Diário de Notícias", José Sócrates acusou o juiz de instrução do processo da Operação Marquês de “abuso de poder”, ao “corroborar publicamente as injustas e falsas teses de acusação”. O ex-primeiro-ministro terminou o artigo referindo que deu instruções aos seus advogados “para apresentarem as respetivas queixas aos órgãos judiciais competentes”.

"Não tendo eu fortuna pessoal, algumas coisas que adquiri e alguns encargos e compromisso em que me meti só são sustentáveis se eu trabalhar mais. E como eu não tenho amigos, amigo no sentido de pródigos, não tenho fortuna herdada dos meus pais ou sogros, eu preciso de dinheiro para pagar os meus encargos e não tenho outra maneira de o alcançar através do trabalho honrado e sério", afirmou Carlos Alexandre na entrevista à SIC.

O juiz recordou que os magistrados foram das classes mais penalizadas pelo corte de salários na função pública ocorridos durante o Governo de Sócrates.

Até agora, o CSM, que tem a competência de instaurar processos disciplinares a juízes, ainda não recebeu nenhuma queixa contra Carlos Alexandre, a propósito da entrevista transmitida pela SIC na semana passada.