Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo dá força à suspensão dos cursos e visita comandos internados

  • 333

ANTONIO COTRIM / LUSA

Marcelo vai com Azeredo Lopes visitar os comandos internados. A articulação do Presidente com o ministro da Defesa e o CEME levou à suspensão dos cursos até haver conclusões

Marcelo Rebelo de Sousa teve um papel ativo na suspensão de todos os cursos de comandos até ao fim do inquérito que deverá apurar as causas da morte de um militar e de vários internamentos.

Ontem à noite, numa primeira reação a partir de Londres, o ministro da Defesa admitiu intervir "após a conclusão das duas investigações" em curso. Mas, esta quinta-feira, Azeredo Lopes anunciou a suspensão imediata de todos os cursos de comandos já a decorrer.

O Presidente da República esteve em permanente articulação com o ministro e com o Chefe do Estado Maior do Exército e acabaram por decidir a urgência de medidas preventivas até se saber o que se passou.

Marcelo esteve esta tarde ao telefone com a mãe do militar que está internado no Curry Cabral com prognóstico bastante reservado. E vai visitá-lo ainda hoje na companhia do ministro da Defesa.

Amanhã, Presidente e ministro visitam os outros militares que estão internados no hospital das Forças Armadas.