Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Passos pede aos mais ansiosos no PSD para “respirarem fundo”

  • 333

RICARDO GRAÇA/LUSA

Líder social-democrata apelou à calma no seio do partido e disse que as autárquicas não estão na agenda interna imediata

O presidente do PSD reafirmou esta quarta-feira que os candidatos às autárquicas em cidades como Lisboa ou Porto não serão conhecidos até ao final do ano e aconselhou os que no partido "possam estar mais ansiosos" a "respirarem fundo".

Questionado sobre os apelos a Santana Lopes para que apresse uma decisão quanto à candidatura à Câmara de Lisboa, Pedro Passos Coelho sublinhou que as autárquicas não estão na agenda imediata e não vão ter qualquer desenvolvimento fora do calendário estabelecido em julho pelo Conselho Nacional do partido.

"Não é matéria que esteja na nossa ordem do dia. Nós estabelecemos um programa para tratar as eleições autárquicas e vamos segui-lo. Ninguém está à espera que o candidato do PSD a Lisboa seja anunciado agora. Não vai ser nos próximos meses", frisou quando questionado sobre o assunto durante uma visita à Agroglobal, Feira das Grandes Culturas que decorre até sexta-feira em Valada do Ribatejo.

Passos Coelho sublinhou que vai seguir o calendário definido em julho para tomar decisões nessa matéria e que até ao final do ano não irá, "de certeza, anunciar candidatos para Lisboa e para o Porto".

O líder social-democrata afirmou que "terão prioridade, como é conhecido, os casos em que há presidentes de Câmara que podem ter condições para renovar" o mandato e que os outros serão decididos a seu tempo.

"Não andaremos a correr atrás de foguetes e portanto não haverá nos próximos meses nenhuma decisão quanto a essa matéria. Acho normal que acha especulações, mas não alimento especulações e espero que as pessoas do PSD que possam estar mais ansiosas com esta matéria respirem fundo, fiquem com calma, porque não vamos tomar decisões sobre isso proximamente", rematou.