Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Passos Coelho e Kyriakos Mitsotakis em Castelo de Vide para falar do futuro

  • 333

NUNO VEIGA

O líder social-democrata assinalou este sábado a proximidade ao congénere grego. O antigo primeiro-ministro português e o líder da Nova Democracia grega encontraram-se este sábado na Universidade de Verão do PSD

Pedro Passos Coelho assinalou hoje a posição próxima e alinhada do seu partido e da Nova Democracia grega sobre a estratégia necessária para superar as insuficiências dos modelos que estão a ser executados em Portugal e na Grécia. Numa declaração aos jornalistas no final de um encontro com o líder da Nova democracia, Kyriakos Mitsotakis, o presidente social-democrata, Pedro Passos Coelho, adiantou que na reunião foram trocadas impressões sobre o que se passa em Portugal e assinalou o facto de ser "“muito útil que a experiência grega possa também ser avaliada aos olhos dos portugueses”.

“O que melhor se extrai da nossa conversa é que, tratando-se ambos de líderes de partidos que estão na oposição, nos cabe em qualquer caso, na Grécia como em Portugal, olhar para o futuro e apresentar uma visão de estratégia para o futuro que possa superar aquilo que são as insuficiências dos modelos que estão a ser executados nos dois países e creio que a posição dos nossos dois partidos é uma visão bastante próxima e bastante alinhada”, disse.

No encontro, que decorreu em Castelo de Vide, na Universidade de Verão do PSD, foram também trocadas impressões sobre a situação europeia e sobre a importância que o PPE pode ter para responder à saída do Reino Unido da União Europeia (UE) e em relação às reformas necessária na União Económica e Monetária e na UE para vencer os “populismos emergentes”, acrescentou o líder do PSD.

“Creio que o PPE é com certeza uma plataforma de partidos que oferece nesta altura uma visão mais inconformada e que melhor pode liderar essa reforma europeia que é tão necessária para superar bem as dificuldades, sobretudo políticas, que decorrerão da saída do Reino Unido da União Europeia”, disse Passos Coelho.