Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo: “A opinião geral era que nunca tinha sido tão bem preparada a época de incêndios”

  • 333

Arménio Belo/ Lusa

Em Gouveia, o Presidente da República sublinhou o papel dos “bombeiros, municípios e freguesias”, que “têm feito o possível”. Ainda esta quarta-feira, Marcelo segue para o Funchal

Marcelo Rebelo de Sousa viaja ainda esta quarta-feira para a Madeira. Na sequência dos incêndios que fustigaram a ilha, o Presidente da República lamentou o sucedido e agradeceu o trabalho dos “bombeiros, municípios e freguesias”, que “têm feito o possível”.

“A opinião geral [nas reuniões de preparação para a época dos incêndios] era que nunca se tinha sido tão bem preparada esta época”, disse Marcelo aos jornalistas, após uma visita a uma área ardida em Gouveia. “Havia meios. Não penso que tenha sido falta de vontade, a coordenação é a possível”, acrescentou.

Marcelo ainda citou o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, que na segunda-feira assumia que o dispositivo de combate a incêndios “está preparado para 200 a 250 incêndios por dia... 250 incêndios por dia já é uma loucura, agora imagine-se quando passam para 500”.

Para o final do mês de agosto ou início de setembro, defendeu Marcelo, será preciso discutir a “questão do ordenamento do território, para que não existam dúvidas a quem pertence um monte ou terra”. O objetivo é deixar claro quais as unidades responsáveis por cada área. “Não podemos deixar arrefecer o tema”, insistiu.

Esta quinta-feira será a vez de António Costa viajar para a ilha. Fonte do gabinete do primeiro-ministro, citada pela agência Lusa, informou que o Presidente da República e o primeiro-ministro acordaram em conjunto estas duas deslocações para se inteirarem da situação na Madeira provocada pelos incêndios.

Marcelo Rebelo de Sousa regressa ainda esta noite ao continente.