Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PS faz novas apostas para a rentrée

  • 333

Em setembro haverá uma conferência política e o renascimento da fundação Res Publica

Em vez dos tradicionais comícios que costumavam assinalar a rentrée política, o Partido Socialista decidiu apostar num modelo diferente e marcar com uma conferência política sobre as desigualdades e a valorização do território o arranque do novo ano, que será marcado pelas autárquicas de outubro de 2017. A conferência ocorrerá no terceiro fim de semana de setembro e terá a participação de convidados internacionais e portugueses não militantes. “É preciso que a dinâmica das primárias não se perca”, disse ao Expresso Ana Catarina Mendes, que acentuou que a introdução do tema da valorização do território já visa começar a preparar as autárquicas.

A secretária-geral-adjunta revelou ainda que a fundação Res Publica será “redinamizada”, com uma nova presidência que será anunciada no princípio de setembro, e um programa muito virado para a formação política, com cursos, e um think tank. “O PS tem de ser independente do Governo e ser capaz de produzir ideias e qualificar os seus quadros”, disse.

Lá para dezembro será tempo de pôr a carburar os motores para as autárquicas de outubro. Está prevista a realização de uma Convenção Nacional Autárquica, em que a secretária-geral-adjunta e coordenadora-geral das autárquicas deverá anunciar todos os candidatos às câmaras. Para já, Ana Catarina está a “dar a volta” pelos distritos, para auscultar sensibilidades e candidaturas. O PS ainda tem o desafio adicional das regionais dos Açores, já em outubro, onde detém uma maioria absoluta há 20 anos.