Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Governo tenta tudo por tudo antes de a Comissão decidir sanções

  • 333

JOHN THYS / AFP / Getty Images

Comissão Europeia dita esta quarta-feira o seu veredito sobre as sanções a Portugal e Espanha. Governo quer evitá-las a todo o custo

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

Concertar posições com o Governo de Espanha, falar aos embaixadores e comissários, é extensa a lista das derradeiras diligências do Executivo português para evitar as sanções. A Comissão Europeia deverá decidirá amanhã se aplica ou não sanções aos dois países ibéricos.

Ao que o Expresso apurou, António Costa concertará posições com o seu homólogo espanhol Mariano Rajoy para assumirem ainda esta terça-feira uma posição perante o presidente da Comissão, Jean-Claude Juncker, ao mesmo tempo que os comissários e embaixadores de todos os paises da União Europeia estão a ser contactados para lhes ser exposta, uma vez mais, a posição portuguesa sobre assunto.

Como se sabe, o Governo de António Costa recusa o veredito do Ecofin do passado 12 de julho, que validou a recomendação da Comissão Europeia de que Portugal não tomou uma "ação efetiva" para corrigir o défice de 2015 e anunciou que está disposto a recorrer dessa decisão.