Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

“Continuamos a endividar-nos, continuamos a empurrar com a barriga o problema para a frente”

  • 333

O défice das administrações públicas caiu 971 milhões de euros nos primeiros seis meses deste ano. O Estado gastou mais em salários dos trabalhadores mas reduziu a despesa de compras de bens e serviços. As receitas subiram com os impostos sobre combustíveis e tabaco, e caíram com o IRS e IRC. Miguel Sousa Tavares considera que "são boas notícias orçamentais mas más notícias económicas" pois "continuamos a endividar-nos, continuamos a empurrar com a barriga o problema para a frente"