Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo considera inadmissível referendo em Portugal sobre a União Europeia

  • 333

TIAGO PETINGA

Chefe de Estado considera um “erro” uma “aventura referendária” sobre a UE

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou esta quinta-feira inadmissível a realização em Portugal de um referendo sobre a pertença à União Europeia (UE) ou a vinculação a tratados ou pactos celebrados no quadro europeu.

Na abertura da "Grande Conferência Europa" do Diário de Notícias, no Pátio da Galé, em Lisboa, o chefe de Estado defendeu que "a resposta só pode ser mais Europa, e não menos Europa", e considerou um erro "as aventuras referendárias que pululam sobre os temas mais variados, como a organização constitucional dos Estados ou a questão dos refugiados" noutros Estados-membros da UE.

"Ou, por maioria de razão, o que seria uma aventura referendária nomeadamente em Portugal, e por isso inadmissível para o Presidente da República, seja um referendo sobre a pertença à Europa ou um referendo sobre a vinculação a tratados ou pactos celebrados no quadro europeu", acrescentou.