Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Riscos da banca: PS diz que FMI vem dar razão ao Governo

  • 333

TIAGO PETINGA/LUSA

Socialistas usam relatório do FMI para acusar anterior Governo de ter adiado uma intervenção sobre o sistema bancário

Helena Pereira

Helena Pereira

Editora de Política

O PS considera que o recente relatório do FMI que alerta para os riscos na banca portuguesa dá razão ao Governo e "serve para recordar a alguns responsáveis do anterior Governo e do PSD que o problema é real, não foi resolvido e até se agravou".

Na atualização do ‘World Economic Outlook’ divulgada esta terça-feira, o Fundo Monetário Internacional (FMI) diz que o legado de problemas no sistema bancário da Europa, em particular em Portugal e na Itália, é um dos riscos apontados pelo FMI para a economia mundial até 2017.

O deputado socialista João Galamba salienta uma frase do relatório ("o legado não resolvido na crise no sistema bancário europeu, sobretudo nos bancos italianos e portugueses") para sustentar que o FMI "vem demonstrar a razão da importância que o Governo tem dado a este tema, declarando explicitamente que é um problema não resolvido".

"Confirma o diagnóstico do Governo que é um problema que vem de trás e que carece de urgente resolução. Agora é reconhecido por todos, embora o PSD tenha desvalorizado e diga que não é um problema ou que não é algo que deva ser tratado o mais rapidamente possível", acrescenta, defendendo a necessidade de recapitalização da CGD e da criação de um banco mau a nível europeu.

Segundo o deputado, apesar de todas as medidas de estímulo do BCE, os bancos estão limitados e isso cria dificuldades ao investimento das PME.