Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Belém: Diogo Gaspar “é inocente até prova em contrário”

  • 333

Marcos Borga

A Presidência garante "total transparência e cooperação com as autoridades judiciárias" e lembra que o diretor do Museu da Presidência detido é inocente até prova em contrário

Helena Pereira

Helena Pereira

Editora de Política

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, está ao corrente da detenção de Diogo Gaspar, diretor do Museu da Presidência, e garante "total transparência e cooperação com as autoridades judiciárias", afirmou ao Expresso fonte de Belém.

Diogo Gaspar, funcionário da Presidência desde 2001, foi detido em casa esta manhã e estão a decorrer buscas no Museu da Presidência. O diretor do Museu da Presidência "é inocente até prova em contrário", sublinha a mesma fonte de Belém, acrescentando que o Presidente já tinha dado "instruções para reforçar as medidas de fiscalização, controlo e auditoria permanente à gestão orçamental".

Diogo Gaspar está a ser investigado por factos anteriores a março deste ano, quando Marcelo tomou posse como Presidente. Foi nomeado diretor do Museu pelo ex-Presidente Jorge Sampaio, que o condecorou tal como Cavaco Silva.