Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Ministério das Finanças esclarece: “Não está em consideração qualquer novo plano de ajuda financeira a Portugal”

  • 333

luís barra

Num comunicado enviado às redações, o ministério liderado por Mário Centeno reitera o “empenho do Governo português no cumprimento dos seus compromissos europeus”

Em poucos minutos gerou-se a confusão. Wolfgang Schäuble, ministro das Finanças alemão, falou sobre um novo resgate a Portugal. Agora, em comunicado, o Ministério das Finanças garante: “Não está em consideração qualquer novo plano de ajuda financeira a Portugal”.

“O governo continua e continuará focado no cumprimento das metas estabelecidas para retirar Portugal do Procedimento por Défices Excessivos”, lê-se no comunicado.

A primeira notícia, avançada pela agência Reuters, referia que o ministro germânico tinha avançado que Portugal iria precisar de pedir um novo programa de resgate, dando como certo que seria aceite. Cerca de meia hora depois, outra notícia desmentia essa informação, realçando apenas que Portugal só iria precisar de uma nova ajuda externa caso não cumprisse as regras.

“Portugal está a cometer um erro grave se não respeitar os compromissos assumidos. Os portugueses não querem um novo resgate e não o terão se cumprirem as regras europeias”, declarou o ministro das Finanças alemão, em Berlim, citado pela Reuters.

Para não haver confusões, o ministério das Finanças volta a insistir que o Governo português está empenhado “no cumprimento dos seus compromissos europeus, parlamentares e, acima de tudo, com os portugueses”.