Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marisa Matias: “A geringonça desorientou a direita”

  • 333

José Caria

A eurodeputada do BE, intervindo na X Convenção do partido, desmontou o discurso da direita sobre o papel do Bloco na atual maioria parlamentar

Paulo Paixão

Paulo Paixão

Texto

Jornalista

José Caria

José Caria

Fotos

Fotojornalista

“Às segundas, quartas e sábados, a direita diz que o Bloco manda no Governo; às terças, quintas e sextas, diz que o Bloco perdeu as suas bandeiras”, afirmou Marisa Matias na manhã deste domingo, último dia da X Convenção do Bloco de Esquerda, que decorre em Lisboa.
“Fique descansada a direita”, prosseguiu Marisa Matias: “Não mandamos no Governo nem perdemos as nossas bandeiras. Nem uma”.

Para a ex-candidata presidencial, a “geringonça desorientou a direita. Durante anos, a direita criticou o BE por não ter uma cultura de compromisso. Agora a direita critica o Bloco por ter uma cultura de compromisso”.

Contra esta UE, mas pela Europa

A eurodeputada sinalizou também a orientação do BE para a questão europeia. “O programa atual (da UE) está caduco e tem de ser derrotado. Chega de experiências liberais, pois não queremos uma UE racista, xenófoba e predadora do Estado Social”.

Mas este juízo crítico está muito longe de configurar um desejo de qualquer saída da Europa. “Não desistiremos da UE mesmo quando as políticas são as mais agressivas e liberais. Lutaremos para mudar a Europa”, disse Marisa Matias.