Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo: Referendo em Portugal “é uma questão que não se põe”

  • 333

CARLOS BARROSO/ Lusa

"Portugal está na União Europeia, sente-se bem na União Europeia e quer continuar na União Europeia”, justificou o Presidente da República, lembrando que cabe ao chefe de Estado tomar a decisão sobre um referendo

O Presidente da República disse este domingo em Torres Vedras que um referendo em Portugal como aconteceu em Inglaterra "é uma questão que não se põe", justificando que Portugal "quer continuar na União Europeia".

"Portugal está na União Europeia, sente-se bem na União Europeia e quer continuar na União Europeia. Quanto ao resto, a Constituição diz que a decisão sobre o referendo é do Presidente da República e, portanto, é uma questão que não se põe neste momento", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas.

Após a decisão de saída do Reino Unido da União Europeia, o Presidente da República defendeu que é preciso definir "com rapidez e coesão" o tipo de relação que deverá ser mantida no futuro entre eles.

"O pior que poderia existir era estar-se a adiar ou não tornar claro o tipo de relações que vão ser mantidas no futuro, nomeadamente para os cidadãos europeus que vivam no Reino Unido, como os portugueses, e que tenham lá comunidades importantes, que tenham lá atividades económicas significativas", considerou o chefe de Estado, sublinhando que "quanto mais depressa ficar claro o quadro de relações entre a União Europeia e o Reino Unido melhor".

O Presidente da República falava à margem da inauguração de uma adega de vinhos, um investimento de 4,5 milhões de euros, da Adega Cooperativa de São Mamede da Ventosa, no concelho de Torres Vedras.