Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Secretariado Nacional do PS com 10 novos membros

  • 333

Marcos Borga

Entre os novos membros há seis presidentes de câmara e Eurico Brilhante Dias, membro de direção de António José Seguro

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

A Comissão Nacional do PS – que se reúne esta quarta-feira pela primeira vez após o congresso do partido – terá como pontos principais a eleição das listas propostas pelo secretariado-geral para o Secretariado e para a Comissão permanente.

A lista para o Secretariado Nacional do PS proposta por António Costa apresenta 10 novos membros num total de 15. De acordo com o que o Expresso apurou junto das instâncias do partido, a renovação correspondeu em primeiro lugar ao critério de afastamento dos membros do Governo e em segundo lugar a um esforço de fazer integrar novas caras.

A lista representa a “unidade do partido”, que para o PS existe para além do Governo e acrescenta valor à discussão e à ação política, incluindo vários sectores da sociedade e ainda com representatividade territorial. Integram a lista para o Secretariado Nacional do PS seis presidentes de câmara.

Entre os novos rostos estão Eduardo Vítor Rodrigues (presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia), Pena Pires, (professor doutor do ISCTE), Eurico Brilhante Dias (deputado e antigo apoiante de Seguro, Filipe Neto Brandão (deputado e coordenador da área da Justiça na AR), José Manuel Mesquita (advogado e jurista), Francisco César (membro do Governo Regional dos Açores), José Leitão (ex-alto comissário para as migrações/ACIM), João Azevedo (presidente da Câmara Municipal de Mangualde e Susana Ramos (mestre em medicina e directora do departamento ação social da CM).

Relativamente aos antigos membros continuam na direção do PS Fernando Medina (presidente da Câmara de Lisboa), Wanda Guimarães (sindicalista e deputada), Isilda Gomes (ex-governadora civil de Faro e CM Portimão) e Maria Luz Rosinha.

Por sua vez, saem do Secretariado Nacional do PS elementos como Bernardo Trindade, os secretários de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, e da Administração Interna, Jorge Gomes, assim como o deputado Sérgio Sousa Pinto.

Deixam também este órgão a secretária de Estado Graça Fonseca, o constitucionalista Pedro Bacelar, o vereador da Câmara do Porto Manuel Pizarro e a autarca de Abrantes Maria do Céu Albuquerque.

Têm inerência no Secretariado Nacional do PS o presidente do Grupo Parlamentar, Carlos César, o diretor do gabinete de estudos, João Tiago Silveira, e a diretora do Ação Socialista, Edite Estrela.

O Secretariado Nacional do PS é o órgão executivo por excelência da Comissão Política Nacional e é composta por um máximo de 15 membros eleitos por maioria através do sistema de lista completa pela Comissão Política Nacional proposta pelo secretário-geral.

Integram por sua vez a lista da Comissão Permanente do PS, proposta pelo secretário-geral Maria António almeida Santos, Luís Patrão, Hugo Pires, João Galamba, Porfírio Silva, Luísa Salgueiro e Francisco André.

A Comissão Permanente do PS constitui o núcleo duro do partido que trabalha diretamente com o secretário-geral adjunto e deve ser composto por sete membros, além dos inerentes. De acordo com os estatutos do partido, deve ser constituído por militantes “sem funções governativas” e cuja função é apoiar a secretária-geral adjunta na “gestão política quotidiana do PS”.