Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo diz que Portugal e França “têm a mesma visão sobre o papel da Europa”

  • 333

Marcelo Rebelo de Sousa, presidente da República, e François HOllande, o seu homólogo francês, à porta do Palácio do Eliseu, em Paris, após o seu encontro qeu faz parte do programa das comemorações do 10 de junho

Miguel A. Lopes / LUSA

Marcelo Rebelo de Sousa e François Hollande falaram após o encontro de 30 minutos no Palácio do Eliseu, em Paris, focando os temas em que partilham a mesma visão. “Paris é como uma segunda capital de Portugal”, disse Marcelo. O presidente francês virá a Portugal em julho

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou estt sexta-feira que Portugal e França têm a mesma visão europeia em várias áreas e que conta com o apoio do presidente francês, François Hollande, nas questões económicas.

"França tem uma grande comunidade portuguesa. Paris é como uma segunda capital de Portugal. Temos uma visão europeia sobre estado social, crescimento, emprego e refugiados e também temos a mesma visão sobre o papel da Europa. Portugal conta com o apoio da França para a ajudar Portugal nas questões económicas", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, numa declaração proferida no Palácio do Eliseu, em francês, após um encontro com o seu homólogo, François Hollande.

A candidatura de António Guterres a secretário-geral da ONU, a segurança e o terrorismo, o futuro da zona euro e as relações bilaterais em Portugal e França foram os temas discutidos numa reunião que durou cerca de 30 minutos.

Ficou acordado também que François Hollande irá visitar Portugal em julho, depois do dia 14, que é o Dia Nacional de França.

Na sua intervenção inicial, o presidente francês fez referência à comunidade portuguesa em França, considerando-a como uma "ligação" entre os dois países. Hollande sublinhou ainda que Portugal e França devem trabalhar juntos, em particular num período em que há "interrogações" que envolvem as questões europeias.

Marcelo chegou ao Palácio do Eliseu às 17h50 (16h50 de Lisboa) no mesmo carro que o primeiro-ministro, António Costa. Depois da parada da guarda de honra, François Hollande recebeu os governantes portugueses junto às escadas que dão acesso à residência oficial do presidente francês.

Na comitiva portuguesa estava também o ministro da Defesa, José Alberto Azeredo Lopes, o secretário de Estados das comunidades, José Luís Carneiro, e o embaixador francês em Paris, José Filipe Moraes Cabral.

O encontro entre Marcelo e Hollande fez parte do programa das comemorações do 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portugueses, dividindo-se este ano, e de forma inédita, entre Lisboa e Paris.