Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Capitães de abril recebem aplauso de pé no regresso ao Parlamento

  • 333

Otelo Saraiva de Carvalho e Vasco Lourenço, capitães de abril

Marcos Borga

Partidos de esquerda saudaram a presença dos capitães de abril que desde 2011 não se faziam representar nas comemorações do 25 de abril na Assembleia

Helena Pereira

Helena Pereira

Editora de Política

“Muito obrigada, capitães de abril. Que bom é vê-los de volta a esta casa”, afirmou Ferro Rodrigues, levantando quase todo o hemiciclo, à exceção das bancadas do PSD e do CDS. Mota Amaral, ex-presidente do Parlamento eleito pelo PSD, bateu palmas.

Os capitães de abril não estavam presentes numa sessão comemorativa do 25 de abril desde 2011, em protesto contra o Governo de Passos e Portas por terem tentado, a seu ver, destruído a Constituição com a sua governação.

Por isso, o regresso ao Parlamento este ano, com um novo Governo e uma nova maioria de esquerda tornou-se um acontecimento histórico. Nos seus discursos, alguns deputados de esquerda assinalaram o facto. “Saúdo não só os corajosos capitães de abril, mas também o seu desejado regresso à Assembleia da República”, disse momentos antes José Luís Ferreira, do PEV.

Em declarações ao Expresso, o presidente da Associação 25 de abril, coronel Vasco Lourenço, confirmara há duas semanas esse regresso porque “este Governo não ataca tudo o que cheira a 25 de abril como o anterior.