Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo com refugiados: “Alguém lhes disse que bom era na Alemanha”

  • 333

Luis Barra

“Há qualquer coisa que não funciona bem.” Marcelo almoçou com refugiados sírios em Évora e fez tradução simultânea para as TV: “Are you happy?” O Presidente espera que venham mais refugiados para Portugal

Marcelo fez de tradutor e um dos refugiados sírios que almoçou com o Presidente da República (PR) em Évora contou a sua história. Os €1200 por um lugar num barco onde deviam ir 25 e foram 65 em fuga. Os dois dias sem comer nem dormir. A água a entrar. O nome à espera na lista de sete países do norte da Europa. E a escolha alheia: “Vai para Portugal”. Hoje, o jovem, que já fala inglês e teve o PR a traduzi-lo, diz que está “happy”.

“Are you happy here, really?” Os olhos do Presidente brilham: “And we are very happy too”. O PR foi fazendo uma expressiva tradução simultânea: “Many babies? Muitos bebés a bordo?”. Mas o discurso presidencial sobre a vinda refugiados para Portugal não é otimista.

“Há qualquer coisa que não funciona bem”, afirmou. E, na sua opinião, há dois vetores que explicam que poucos sírios nos escolham: “Alguém passou a mensagem que bom é na Alemanha. E a maior parte deles não conhece Portugal.”

O sírio que fala pelo grupo - 13, todos abrigados pela Cruz Vermelha na região do Alentejo - diz que só conhecia o Ronaldo, o Figo e o Benfica. Marcelo confirma: “Há problemas na Europa”.