Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Vieira da Silva ataca propostas do PSD para Plano Nacional de Reformas

  • 333

José Sena Goulão / Lusa

Ministro da Segurança Social diz que o PSD até apresentou “boas propostas” para o Plano Nacional de Reformas. “Curiosamente as melhores são aquelas que os senhores nunca aplicaram e algumas delas até combateram”, ironizou

O ministro da Segurança Social, Vieira da Silva, criticou esta quinta-feira as "boas propostas" do PSD sugeridas para o Plano Nacional de Reformas, considerando que o partido não as aplicou e até as combateu na anterior legislatura.

Na sua intervenção, que concluiu o debate de urgência requerido pelo Governo sobre "Coesão e Igualdade Social", o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social anunciou aos deputados das bancadas dos partidos da oposição que vão ter uma "surpresa adicional", no que diz respeito ao Plano Nacional de Reformas (PNR).

Segundo Vieira da Silva, a "surpresa" tem a ver com o facto de ser este plano que vai orientar o Programa de Estabilidade, apontando que será "orientado para o crescimento e para a redução das desigualdades".

Ao mesmo tempo, segundo o ministro, será um programa que irá cumprir "todos" os compromissos assumidos pelo Governo quando tomou posse, tanto compromissos nacionais como europeus, fazendo um "caminho entendido e acompanhado por uma larga maioria de portugueses".

"É isso que vos está a custar principalmente. Olhamos para a lista de propostas que o PSD apresentou neste ponto do debate, Plano Nacional de Reformas, e até tem boas propostas. Curiosamente as melhores são aquelas que os senhores nunca aplicaram e algumas delas até combateram", ironizou Vieira da Silva.
De acordo com o ministro, há também "más propostas": "Curiosamente aquelas que os senhores aplicaram quando estiveram no Governo".