Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Passos não foi informado de Elisa Ferreira no BdP

  • 333

José Coelho/ Lusa

Passos Coelho soube pelos media que Elisa Ferreira vai para vice do Banco de Portugal. Marcelo acelerou tudo. Carlos Costa diz que falará "em devido tempo"

Pedro Passos Coelho soube pelos media que a socialista Elisa Ferreira vai para vice-presidente do Banco de Portugal (BdP). O líder da oposição não foi previamente informado da escolha, facto que causou surpresa entre os dirigentes do PSD: "Fala-se tanto de diálogo que seria natural termos sido informados", ouviu o Expresso.

O cargo em causa não é habitualmente negociado entre o Governo e o maior partido da oposição, como acontece com a presidência da Caixa Geral de Depósitos. Mas é costume haver uma troca de informações prévia ao anúncio de novas nomeações. Desta vez, o anúncio feito pelo Presidente da República, em Estrasburgo, de que um eurodeputado iria para uma instituição financeira acelerou todo o processo.

Em entrevista ao DN, no passado domingo, António Costa disse que tencionava falar com Passos Coelho sobre as nomeações para a Caixa. Contactado pelo Expresso, o seu gabinete ainda não esclareceu se o primeiro-ministro também queria informar o líder do PSD sobre os nomes para o BP, não tendo tido tempo de o fazer depois do anúncio presidencial.

Entretanto, o governador do Banco de Portugal informou hoje, por comunicado, que "em devido tempo" apresentará a sua proposta para a adminstração do banco. Sem confirmar o nome de Elisa Ferreira, Carlos Costa marca, assim, a sua posição.

"Sei que estão curiosos de saber quando serão nomeados os novos membros do Conselho de Administração. Como sabem, é um procedimento que foi adotado por lei e pela Assembleia da República e cabe ao governador formalizar uma proposta”, lembrou, à saída da cerimónia de entrega de prémios do Concurso Geração Euro.