Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Maria Luís espera pedido de desculpas do PCP

  • 333

TIAGO PETINGA / Lusa

Ex-ministra espera que comunistas sejam “consequentes” sobre suspeitas de incompatibilidade e enviem queixa ao Ministério Público

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

No dia em que a subcomissão de ética aprovou um parecer que iliba Maria Luís Albuquerque de suspeitas de incompatibilidade ou impedimento por ter sido contratada pela Arrow Global, a ex-ministra recusou-se a comentar esse facto, mas lançou um desafio ao PCP: que seja "consequente" com as suas palavras e envie o caso para o Ministério Público. E que, depois de tudo arquivado, peça desculpas pelas suspeitas que alimentou.

"Espero que o PCP seja consequente, e quando o Ministério Público arquivar o processo, espero um pedido de desculpas do PCP", disse a ex-ministra, referindo-se ao facto dos comunistas terem proposto na subcomissão de ética o envio do relatório para o Ministério Público, com vista a ir mais longe na investigação.

Maria Luís Albuquerque deixou ainda uma farpa ao Bloco de Esquerda, o outro partido que votou contra o relatório aprovado esta quarta-feira, por considerar que há matéria suficiente para apurar incompatibilidade na situação da ex-ministra. Maria Luís lembrou que o BE havia prometido confrontá-la com estas questões quando fosse depor no âmbito da comissão parlamentar de inquérito ao Banif. "Mas quando eu lá estive [o Bloco] não me perguntou nada" sobre este assunto, ironizou a ex-ministra.