Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Passos joga ao ataque com 35 novas ideias

  • 333

Rui Duarte Silva

Luís Montenegro, líder parlamentar do PSD, apresenta esta tarde o documento contra-corrente ao Governo, com 35 ideias para o futuro de Portugal

Pedro Passos Coelho quer deixar de ser uma sombra nas costas de António Costa. Após o estágio de três dias no congresso em Espinho, esta quarta-feira, às 15h, Passos volta ao jogar ao ataque: o PSD vai apresentar o seu "Programa Nacional de Reformas", que conta com 35 ideias para Portugal, noticia o "Público".

O documento de sete páginas, a que o "Público" teve acesso, será apresentado pelo líder parlamentar Luís Montenegro, na Assembleia da República, antes da reunião plenária subordinada ao tema do endividamento e da recapitalização das empresas. Com esta iniciativa, o PSD pretende apresentar “soluções concretas e um contributo de futuro, enquanto o Governo só trouxe generalidades, ideias vagas e folclore político com o esboço de Plano Nacional de Reformas”, diz Montenegro ao "Público".

As medidas do PSD estão divididas em quatro eixos: reforçar os capitais próprios das empresas; melhorar o acesso ao financiamento europeu e multilateral para fins de investimento produtivo; promover a reestruturação das empresas; e diversificar as fontes de financiamento com vista a tornar o custo do financiamento mais competitivo e a melhorar o seu risco fundamental de crédito, escreve o matutino.

O PSD defende, por exemplo, que se desenvolvam mecanismos de alerta que permitam antecipar a detecção de situações de dificuldade financeira em empresas economicamente viáveis e que que se avaliem os atuais limites fiscais aos gastos de financiamento das empresas.