Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Costa compromete-se a ter solução para os lesados do BES até maio

  • 333

Campiso Rocha

Governo assinou memorando de entendimento com os lesados do BES. “Ao Governo competiu única e exclusivamente aquilo que lhe cabe fazer: não fechar os olhos a um conflito”

Um mês. Este é prazo máximo para encontrar uma solução que resolva a questão dos lesados do BES. Esta quarta-feira à tarde, o Governo assinou um memorando de entendimento em que constam “todas as premissas, as bases e os timings” para a “materialização de uma solução”.

“Este memorando tem um calendário bem preciso, que define que no início do mês de maio seja encontrada uma solução”, disse António Costa após a assinatura do documento.

O primeiro-ministro garantiu ainda que o Executivo será “condutor e facilitador” do diálogo entre os lesados e as instituições. “Estamos cientes que ao Governo não compete resolver litígios. Ao Governo competiu única e exclusivamente aquilo que lhe cabe fazer: não fechar os olhos a um conflito.”

Para o primeiro-ministro, a assinatura do memorando e a consequente solução vai contribuir para “a confiança dos cidadãos nas instituições e nos sistema financeiro”.

Ricardo Ângelo, representante da associação dos lesados do BES, mostrou-se satisfeito com assinatura de um documento que cumpre “as expectativas criadas pelas pessoas” e que significa a “materialização de uma solução”. “Acredito que é a chegada a altura de pôr termo a este drama que afeta imensas pessoas”, disse na conferência de imprensa, onde garantiu o contributo da associação para o diálogo com o Banco de Portugal e a CMVM.