Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PS espera que Marcelo seja “contribuinte ativo” para diálogo entre instituições

  • 333

Carlos César sublinha que Portugal está “numa nova fase e num novo ciclo político”, e espera que o novo Presidente contribua para a coesão social e interna do país

O líder da bancada parlamentar socialista, Carlos César, afirmou esta quarta-feira que Portugal está "num novo ciclo político", esperando que Marcelo Rebelo de Sousa seja "um contribuinte muito ativo para o diálogo entre instituições e órgãos de soberania".

À chegada para a tomada de posse de Marcelo Rebelo de Sousa como Presidente da República, Carlos César realçou que Portugal está "numa nova fase e num novo ciclo político".

"Espero que o Presidente da República eleito e que agora tomará funções seja um contribuinte muito ativo para o diálogo entre as instituições e os órgãos de soberania porque esse diálogo e essa cooperação são essenciais para reforçar aquilo que o país bem precisa: que é a sua coesão social e interna, a capacidade dos partidos e dos parceiros sociais cooperarem uns com os outros e a melhoria da imagem do país no exterior", sublinhou.

Para o líder da bancada parlamentar socialista, este conjunto de funções que está associado à função presidencial pode contribuir para "uma nova fase" em que todos se devem empenhar.