Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

“O importante neste mandato é que cumpra a Constituição”, diz Catarina Martins

  • 333

Para a porta-voz do BE, o Presidente da República deverá ser o garante da soberania democrática do país. Sobre os apelos ao consenso diz: “A democracia escolhe-se na diferença”

José Oliveira

Catarina Martins defendeu esta quarta-feira que o Presidente da República deverá ser o garante do “cumprimento da Constituição Portuguesa” e da “soberania democrática do país”.

“Esperamos pelos dias que se seguem, o mandato que se segue. Nos últimos anos tivemos um Presidente da República que faltou vezes de mais à lei fundamental, ao contrato social: a Constituição. O que será importante neste novo mandato é que cumpra a Constituição”, afirmou a porta-voz do BE aos jornalistas, após o discurso da tomada de posse de Marcelo.

Considerando que os próximos anos trarão vários desafios para a democracia portuguesa, Catarina sustenta que os acordos internacionais estão a limitar a soberania nacional, cabendo ao chefe do Estado – na sua perspetiva – contrariar essa situação.

“Nós [BE] aqui estaremos com a colaboração institucional e necessária para a liberdade e direitos face à vida concreta dos portugueses mais igual e mais justa”, promete.

Questionada sobre o apelo a consensos, Catarina sustenta que a “democracia escolhe-se na diferença” e que só serão possíveis convergências por parte do BE relativamente a políticas que neguem a austeridade.

“Os falsos consensos do centrão político – que corresponde muito ao centrão económico – não respondem à necessidade das pessoas face à crise, pelo contrário, foram parte da crise e do problema”, concluiu.