Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Cavaco Silva “cidadão honorário” de Cascais

  • 333

Rui OChôa

Câmara decide entregar distinção pela obra feita por Cavaco Silva em prol do município. Como primeiro-ministro ou como Presidente da República, foi também sempre o cidadão mais votado no concelho

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

A Câmara de Cascais decidiu distinguir o Presidente da República com o galardão de Cidadão Honorário do município, que inclui a entrega da chave da vila e de um diploma. A decisão foi aprovada esta sexta-feira por maioria em reunião de Câmara.

Segundo o regulamento, a distinção cabe a quem, pela sua obra, no desempenho das suas funções, prossecução dos seus serviços, ou concretização das suas obras, tenha deixado uma marca indelével no município de Cascais.

Neste sentido, a Câmara considera que Cavaco Silva, tanto como primeiro-ministro, como Presidente da República, marcou Cascais, destacando em particular a requalificação e musealização dos espaços do Palácio da Cidadela, onde foram realizadas várias iniciativas a nível cultural, mas também político-sociais, como é o caso do Encontro Anual da Diáspora ou do Conselho da Globalização.

Obras como a A5, a reforma do saneamento, o Programa Especial de Realojamento ou a instalação da Escola Superior de Gestão Hoteleira, a primeira de nível superior no concelho, são também referidas como uma "marca indelével" deixada por Cavaco Silva no município, desta feita como primeiro-ministro.

Curiosamente, Cavaco Silva, tanto como candidato a primeiro-ministro em eleições legislativas, tal como candidato a Presidente, foi sempre o cidadão mais votado de sempre em eleições realizadas no concelho.

"Para além de vitórias robustas no país, o cidadão Aníbal Cavaco Silva conquistou sempre grandes maiorias nas urnas em Cascais, num reconhecimento inequívoco da sua obra", afirma-se no texto da deliberação camarária.