Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

“Jesus também tinha dois pais”: PS ainda não reagiu

  • 333

PAULO NOVAIS / Lusa

O Partido Socialista ainda não reagiu oficialmente ao cartaz partilhado pelo Bloco de Esquerda na internet, para celebrar a aprovação no Parlamento da adoção por casais do mesmo sexo. “Jesus também tinha dois pais” é a frase - e o cartaz - que está a causar controvérsia

“Jesus também tinha dois pais - Parlamento termina descriminação na lei da adoção.” A frase e o cartaz polémico partilhado pelo Bloco de Esquerda (BE) no final do dia de quinta-feira, como parte de uma campanha a favor da adoção por casais dos mesmo sexo, causou controvérsia nas redes sociais e duras críticas por parte da Igreja e vários partidos.

No campo político, as reações não se fizeram esperar. O PSD acusou o BE de “radicalismo”, o CDS considerou o cartaz “uma ofensa gratuita à sensibilidade das pessoas.” Mas o Partido Socialista, que conseguiu maioria no Parlamento com o apoio do BE e do PCP, ainda não se pronunciou oficialmente sobre a questão.

Com ou sem críticas do PS, certo é que o BE já veio a público justificar-se e recuou, afirmando que o cartaz não vai chegar às ruas e destina-se apenas às redes sociais. O BE esclareceu esta sexta-feira que a campanha na qual é usada a imagem de Jesus Cristo não “teve qualquer carácter ofensivo”, mas recorreu ao humor para dar visibilidade ao tema.