Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Guterres visita jornadas do PSD para falar da crise migratória

  • 333

TIAGO PETINGA / LUSA

O candidato a secretário-geral das Nações Unidas e antigo primeiro-ministro socialista intervém esta quinta-feira nas jornadas parlamentares do PSD, para um discurso sobre os recentes fluxos migratórios

O PSD inicia esta quinta-feira dois dias de jornadas parlamentares em Santarém, em vésperas de debate orçamental. Entre várias figuras da esfera social-democrata, um dos convidados será o antigo primeiro-ministro socialista António Guterres, também antigo Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados e atualmente candidato a secretário-geral das Nações Unidas.

António Guterres vai intervir na noite de quinta-feira, num jantar-conferência sobre fluxos migratórios. Haverá também painéis sobre educação e saúde, finanças e crescimento económico, com intervenções de figuras como David Justino, Jorge Moreira Rato, António Nogueira Leite ou os economistas João Salgueiro e João César das Neves.

O vice-presidente da bancada social-democrata Hugo Soares, que classifica o painel de "um conjunto de convidados de excelência", destacou a presença de Guterres. "Enche-nos de orgulho. Sendo um ilustre militante do PS, é um orgulho para o PSD poder contar com a sua reflexão nestas jornadas parlamentares", declarou à agência Lusa.

Segundo Hugo Soares, "o grupo parlamentar do PSD conseguiu ter nas suas jornadas cidadãos independentes e de provas dadas", enquanto "o PS mais não conseguiu do que fechar-se sobre si próprio" nas jornadas que vai fazer na sexta-feira e no sábado, em Vila Real, que contarão com a presença de vários ministros do Governo PS, deputados e eurodeputados socialistas.

O lema escolhido para as jornadas de Santarém é "Credibilidade", algo que o social-democrata defendeu que se ajusta à imagem do PSD após quatro anos e meio de governação. "Foi com credibilidade que nos apresentámos aos portugueses nas legislativas, com a credibilidade de quem tinha cumprido, por contraponto com aquilo que nos parece este Orçamento do Estado - a nós e a várias entidades nacionais e internacionais", sustentou o deputado do PSD.

Estas são as primeiras jornadas parlamentares do PSD desde que regressou à oposição e decorrerão num hotel de Santarém, com exceção do jantar-conferência com António Guterres, que será na Casa do Campino.

A sessão de abertura cabe ao líder do Grupo Parlamentar do PSD, Luís Montenegro, e ao presidente da distrital social-democrata de Santarém, Nuno Serra. O presidente do partido, Pedro Passos Coelho - que está em processo de recandidatura à liderança, com eleições marcadas para 5 de março - encerrará as jornadas, na sexta-feira, à hora de almoço.