Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Bagão Félix diz que António Costa procurou empurrar o Governador do Banco de Portugal

  • 333

MÁRIO CRUZ / LUSA

“Infeliz” e “muito perigosa” foi o modo como o ex-ministro do CDS-PP qualificou a declaração do primeiro-ministro sobre o Governador do Banco de Portugal

“Acho que foi uma declaração muito infeliz do primeiro-ministro (…) e muito perigosa” afirmou Bagão Félix, comentando esta quarta-feira à noite na SIC Notícias a crítica que o primeiro-ministro, António Costa, efetuou sobre a atuação do Governador do Banco de Portugal, Carlos Costa.

O ex-ministro do CDS-PP considerou que “havendo questões de divergência deviam ser lidadas de outra maneira” e que “entre o banco central e o Governo devia haver mais recato” tendo em conta o contexto europeu e internacional em que estamos inseridos.

“Encaro como mais uma maneira de empurrar o governador para fora”, disse ainda Félix, considerando que o Banco de Portugal “começa a ter as costas muito largas”, pois ao mesmo tempo que, quando lhe convém, o Governo desmarca-se de responsabilidades, afirmando que “não tem nada a ver” com as decisões tomadas pela instituição, depois, quando o “Banco de Portugal gere de acordo com as suas competências ‘aqui del Rei’”, é chamado de “irresponsável”.