Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

TAP. CDS acusa Governo de não dizer a verdade ao Parlamento

  • 333

CDS critica secretismo do Governo de António Costa sobre a entrada de capital chinês na TAP: “Este Governo acha que pode enganar o Parlamento, e os seus sócios, Bloco de Esquerda e PCP dão cobertura”

A direção do CDS acusa o Governo de omitir ao Parlamento factos relevantes sobre o futuro da TAP: “Não está em causa o facto de o possível investidor ser chinês”, disse uma fonte do CDS ao Expresso. Nem é a companhia que está em causa porque "tem dimensão".

O que está em causa, é que "o Governo foi duas vezes ao Parlamento e fez várias cerimónias públicas em que omitiu absolutamente este facto, e escondeu infantilmente esta cláusula", acrescentou a mesma fonte. A posição do CDS surge na sequência da notícia do Expresso, na sua última edição, sobre a eventual abertura do capital da TAP aos chineses da Hainan Airlines. "Este Governo acha que pode enganar o Parlamento e os seus sócios, BE e PCP, dão cobertura".

"Em três meses o Governo não disse a verdade ao Parlamento nos exames do ensino básico e secundário; não disse a verdade ao Parlamento sobre impostos; e não disse a verdade ao Parlamento sobre as cláusulas escondidas do negócio da TAP. Para quem falava tanto em qualidade da democracia estamos conversados", acrescenta a fonte da direção do CDS.