Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Maria Luís acusa Centeno de “incompetência”

  • 333

josé caria

Ex-ministra das Finanças chamou os jornalistas para um declaração sem direito a perguntas. Diz que o seu sucessor começa a ter “o hábito de procurar sempre uma desculpa que vem de trás”

Maria Luís Albuquerque chamou esta sexta-feira os jornalistas para uma declaração sem direito a perguntas. Tema: o Orçamento do Estado para 2016 e as informações postas a correr pelo atual Executivo segundo as quais terá encontrado um buraco de €800 milhões nas receitas deste ano.

A ex-ministra das Finanças disse não saber "exatamente o que pode estar em causa ou a que estão a referir-se". E realçou que "sempre que há alterações de política fiscal, elas têm efeito no ano em que são introduzidas e nos anos seguintes".

Segundo as informações do atual Governo, o alegado buraco estaria relacionado com a antecipação de algumas receitas para 2015 e o adiamento para este ano de efeitos que fizeram diminuir a arrecadação de impostos. Maria Luís contesta.

"Alterações à política fiscal têm sempre efeitos no ano em que se aplicam e nos seguintes" e, "além do mais, procurar efeitos para 2016 seria no mínimo estranho atendendo a que ganhámos as eleições e tínhamos a legítima expetativa de governar", afirmou.

Dizendo não saber ao que Mário Centeno se estaria a referir, Maria Luís Albuquerque afirmou que “a política fiscal é clara", é tudo "absolutamente transparente, aprovado no Parlamento e do conhecimento de todos”, por isso, se o atual Governo não viu, então “é sinónimo de incompetência”.

A ex-ministra não percebe como foi possível o atual Executivo fazer o seu cenário macroeconómico "sem ter em conta a política fiscal que é pública e conhecida". Maria Luís Albuquerque diz lamentar "profundamente" que o atual Governo comece a ter "o hábito" de "procurar sempre uma desculpa que vem de trás para tudo o que tem de fazer".