Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Diogo Feio declara apoio a Assunção Cristas

  • 333

A primeira declaração pública de apoio a Assunção Cristas foi do seu quase rival, Nuno Melo. Confirmada a candidatura, surgem outras. Diogo Feio foi dos primeiros a fazê-lo no Facebook

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

Ainda Assunção Cristas não era oficialmente candidata à presidência do CDS e já Nuno Melo, o homem que foi quase candidato, lhe declarava o seu apoio. Agora, confirmada a intenção da ex-ministra da Agricultura, começam a surgir mais apoios, também através daquela rede social.

Enquanto o post em que Cristas anuncia a sua disponibilidade vai sendo partilhado e vai recebendo "gostos" a altíssimo ritmo, Diogo Feio, outro vice-presidente do CDS, foi dos primeiros a declarar o seu apoio à candidatura da antiga governante. "Portugal vai precisar das suas qualidades na liderança no CDS", assegura o antigo líder parlamentar e ex-eurodeputado centrista.

"Acredito que o CDS continuará forte na oposição ao Governo de António Costa. Acredito que no CDS os melhores se irão apresentar como candidatos ao grande desafio que temos pela frente, constituído pelas próximas eleições autárquicas. Acredito no CDS que faz propostas para a vida das pessoas e não se deixa enredar num labirinto de ideologias. Acredito no CDS que percebe e se adapta às novas circunstâncias políticas criadas depois das últimas legislativas. Que saberá intervir perante uma situação em que o voto útil tende a desaparecer. Acredito num CDS que saberá estar atento aos novos movimentos políticos e eleitorais que se estão a gerar no centro político pela Europa fora. Acredito que o CDS deve saber fazer acordos de oposição e de regime quando o superior interesse nacional o justifique. Por tudo isso, e sobretudo pela capacidade de dar resposta a esses desafios apoio a Assunção Cristas na sua candidatura a líder do partido."