Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Líder do PSOE quer seguir exemplo português de “grande coligação progressista”

  • 333

António Costa recebeu Pedro Sánchez na sede do PS

Luis Barra

Pedro Sánchez falou em conferência de imprensa, após ter estado reunido com António Costa, na sede do PS em Lisboa

O secretário-geral do PSOE, Pedro Sánchez, afirmou esta quinta-feira em Lisboa que pretende seguir o exemplo português, rejeitando formar um Governo de coligação com o PP espanhol, para formar um executivo através de uma “grande coligação progressista”.

"Em Portugal, António Costa e o PS compreenderam que, quando de umas eleições sai um parlamento fragmentado, mas demonstrando uma vontade de mudança por parte das forças da cidadania, tal como também aconteceu em Espanha, é dever das forças de mudanças entenderem-se", afirmou durante a conferência de imprensa que teve lugar na sede do PS, após ter estado reunido durante 90 minutos com António Costa.

“A Espanha precisa de uma mudança para ter um Governo forte, progressista e com capacidade de diálogo, precisamente aquilo que não tem Mariano Rajoy (...) Reitero: digo não à grande coligação que propõe o PS, mas se Mariano Rajoy não conseguir formar Governo, digo sim a uma grande coligação para um Governo progressista em Espanha” , referiu.

As medidas sociais seguidas em Portugal para revalorização das pensões, a subida do salário mínimo nacional, medidas fiscais mais benéficas para a classe média, assim como o apoio às famílias, foram os temas sobre os quais disse ter falado com Costa.