Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Edgar Silva: Marcelo anda de “ braço dado com Cavaco Silva” e com “os grandes banqueiros”

  • 333

Jose Carlos Carvalho

O candidato na corrida a Belém, apoiado pelo PCP, acusa Marcelo Rebelo de Sousa de não ser “independente” e de estar “umbilicalmente” ligado a “a tudo o que de pior o PSD e o CDS impuseram”

O candidato comunista a Presidente da República, Edgar Silva, disse este sábado que o candidato da direita Marcelo Rebelo de Sousa nunca poderá afirmar-se independente, porque sempre "andou de braço dado" com os banqueiros de Portugal.

"O candidato da direita, o candidato apoiado por Passos Coelho e Paulo Portas, de braço dado com Cavaco Silva, é o candidato Marcelo Rebelo de Sousa. Ele está aí e diz-se independente", ironizou Edgar Silva, durante um discurso que realizou esta sábado durante um convívio com apoiantes na Escola Secundária de São Pedro da Cova, concelho de Gondomar, no distrito do Porto.

O candidato do PCP questionou como é que Marcelo Rebelo de Sousa "pode ser independente politicamente ou socialmente, se sempre esteve de braço dado com os grandes banqueiros de Portugal".

"Independente em relação aos bancos, em relação ao capital, em relação aos grandes interesses financeiros. Ele que sempre esteve de braço dado, não só passando férias, mas sempre esteve de braço dado com os grandes banqueiros deste país, pode ser independente?", interrogou Edgar Silva, para logo dar em resposta um "Claro que não".

Para o candidato a Presidente da República pelo PCP, Marcelo Rebelo de Sousa está "completamente ligado a todos os grandes interesses da alta finança" e como sempre está e esteve ligado "umbilicalmente (...) a tudo o que de pior o PSD e o CDS impuseram nas políticas de direita, nas políticas de terrorismo social que impuseram a Portugal ao longo destes anos e que tanta desgraça, tanta devastação causou ao nosso país".