Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Barrigada de debates: 21 frente a frente nas televisões em 9 dias

  • 333

Rui Duarte Silva

RTP, SIC e TVI enviaram aos sete candidatos à Presidência da República já na estrada o calendário para os duelos televisivos. Começam no dia de Ano Novo e terminam na véspera do início da campanha, com o tira-teimas para a previsível disputa do segundo lugar, entre Sampaio da Nóvoa e Maria de Belém

Embora a campanha eleitoral para as eleições presidenciais só arranque formalmente no dia 10 de janeiro de 2015, no dia de Ano Novo os portugueses terão provas de que a luta já é a sério.

Nessa noite começam os frente-a-frente televisivos entre os vários candidatos, num calendário elaborado em conjunto pelas três estações.

Segundo a grelha de RTP, SIC e TVI, é nessa noite que terão lugar os três primeiros duelos. A saber: Sampaio da Nóvoa vs Marisa Matias; Maria de Belém vs Paulo Morais e Henrique Neto vs Edgar Silva.

Alberto Frias

As cadeias de TV entendem que o número de debates estará “condicionado pelo número de candidaturas formalmente reconhecidas pelo Tribunal Constitucional”. As candidatura têm que dar entrada no TC até dia 24 deste mês. Só então se saberá se todas são aprovadas, ou se entretanto ainda surge mais alguma.

Para já, fazendo combinações com as “candidaturas publicamente anunciadas”, as TV's elaboraram uma proposta em que nos primeiros seis dias haverá três frente-a-frente (um em cada estação), e nos três dias finais apenas um debate.

Nuno Botelho

No total, são 21 frente-a-frente, pois as contas são feitas a sete candidatos. Além dos seis referidos, há o mais conhecido, Marcelo rebelo de Sousa, que travará o primeiro duelo, com Henrique Neto, apenas no dia 3 de janeiro, um domingo, quando a ponte de final de ano já estiver a terminar.

Por outro lado, Marcelo estará em boa posição na reta final dos duelos, pois enfrentará Sampaio da Nóvoa e Maria de Belém nos antepenúltimo e penúltimo dias (o derradeiro será para os dois candidatos da área socialista).

Jose Carlos Carvalho

RTP, SIC e TVI assumem junto das candidaturas que os “debates serão exibidos nos canais generalistas e de informação, em horários não coincidentes”.

Fonte de um dos canais, contactada pelo Expresso, disse que cada estação terá liberdade para definir se o frente-a-frente será em canal aberto ou no canal informativo da estação, por cabo. Fica por esclarecer, portanto, se todos os candidatos terão o mesmo número de debates em canal aberto ou se alguns deles serão mais vezes relegados para o cabo, com audiências muito inferiores.

As estações terão também liberdade para definir a duração de cada frente-a-frente que transmitem.

Além destes debates na televisão, em formato de frente-a-frente, a RTP tem previsto um debate com todos os candidatos, no dia 19 de janeiro, já em plena campanha formal.