Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PAN. André Silva pede medidas mais “audazes” de proteção da natureza

  • 333

Marcos Borga

“Temos de pensar o modo como vivemos na sociedade”, disse ainda o deputado, recordando que metade da população vive no limiar da pobreza

Na sua intervenção no Parlamento, André Silva, do PAN, começou por mencionar a existência de “contributos pertinentes” para a inversão da lógica do empobrecimento do país no programa do novo Governo, mas considerou que se está “ainda assim” perante “medidas pouco audazes que limitem o impacto sobre a natureza”.

Ao sublinhar o “agrado” com que vê incluídas nas propostas de governação “questões sobre bem-estar e proteção animal que até há pouco tempo ficavam de fora”, lembrou que “com pequenos passos se fazem grandes mudanças”.

Sobre a escola, deixou a convicção de que esta “não deve ser apenas o espaço para a aquisição de novas competências”. No século XXI, disse, “esta deverá permitir desenvolver a capacidade criativa, que permite em cada momento reinventar o futuro”.

“Temos de pensar o modo como vivemos na sociedade”, continuou André Silva, recordando que metade da população vive no limiar da pobreza, enquanto na caso das crianças essa percentagem atinge um terço.

“Por este desígnio de transição o PAN está aqui, com todos vós”, concluiu o deputado “Não é uma utopia. Outro mundo é possível”