Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Costa chama patrões e sindicatos para discutir aumento do salário mínimo

  • 333

Marcos Borga

Primeiro-ministro convoca parceiros sociais e promete ainda 100 milhões de euros para pagar dívidas às empresas

António Costa prometeu aumentar o salário mínimo (atualmente de 505 euros) e quer que o assunto seja discutido na próxima semana no Conselho Económico e Social.

O anúncio foi feito no Parlamento, no discurso de abertura do programa do Governo. O primeiro-ministro elogiou o papel dos parceiros sociais e defendeu que o salário mínimo deve ser aumentado progressivamente ao longo dos próximos anos. Uma medida que fica aquém do que exige a CGTP (que queria 600 euros já a partir de janeiro), mas que vai muito além do defendido pelas associações patronais.

António Costa prometeu ainda que "nos primeiros cem dias de Governo" o Estado vai concretizar "100 milhões de euros de pagamentos efetivos às empresas", uma medida que pretende injetar dinheiro na economia e agradar aos patrões do comércio e indústria.